quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Como o sol que nasce
Como a noite que cai
Um corpo que esfria
Um amor se vai

Não há mais solidão
Não há mais dor
Se foi o sofrimento
Só saudade aos que ficam (lamento)

Adeus juventude adeus ideais
Ao chão frio foi a vida
O sol já não brilha

Longe de mim(De você)
Dos que amou
Precocemente partiu...dor...

Restou a lembrança
Daquela que um dia
Era só esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário