domingo, 26 de fevereiro de 2012

Tua Falta (provisório)

Não espero boa leitura
espero sim tua leitura
não espero nem bela escrita
espero sim tua carta
para me dizer o que sentes
e suspeitar o que sinto

Quando sobes a montanha
e a paisagem encanta
quando tudo que vês
é sol,árvore e esperança
e quando lá nas alturas
o ar fica pouco,rarefeito
se sentes medo e tontura
se isto te aperta o peito

Então sabes o que sinto
quando sinto tua falta
o ar fica rarefeito,escasso
o respirar é difícil
pareço perdido no espaço
se não te vejo na rua
se não estás ao meu lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário